A instalação do rastreador danifica meu veículo? - Satcom Rastreadores

A instalação do rastreador danifica meu veículo?

mm Redação Satcom

O rastreador de veículos está se transformando em um dos mais importantes equipamentos no combate aos prejuízos de roubos de carros e motos. Com ele os donos conseguem localizar o veículo mesmo após o roubo, contribuindo para a sua recuperação.

A central de segurança e monitoramento, juntamente com a polícia local, pode agir rapidamente e impedir que o prejuízo seja confirmado.

Mas, mesmo com esse benefício de segurança, muitos donos de veículo têm receio de instalar o rastreador em função de mitos que permeiam esse setor. E um deles é que o rastreador danificar o veículo.

Isso acontece, principalmente, por causa de informações desencontradas e inadequadas. Muitas pessoas que nunca utilizaram o serviço precipitam-se em fazer afirmações equivocadas e os mitos surgem.

Como funciona o rastreador?

O rastreador veicular pode ser de dois tipos: instalado diretamente no veículo ou a modalidade portátil.

No caso do modelo instalado, o rastreador é alimentado pela bateria do carro ou moto, e esse é o tipo que mais causa mitos, dizendo que o equipamento consome muita energia e danifica a parte elétrica. O QUE NÃO É VERDADE.

O rastreador quando está em repouso, ou seja, quando o veículo está parado e desligado, consome o mesmo que um led de stand by do alarme, por exemplo.

Quando o veículo está em movimento e, portanto, o equipamento está em funcionamento captando as informações, o consumo é um pouco superior, mas como o veículo está ligado, a bateria está sendo carregada automaticamente.

De qualquer forma, o consumo do rastreador é muito inferior ao potencial de energia da bateria, não gerando qualquer problema. É importante, porém, conferir a vida útil da bateria antes da instalação, pois aquelas que estão danificadas ou em final de vida, podem comprometer o sinal do rastreador, impedindo o seu perfeito funcionamento.

A instalação deve ser feita por pessoas capacitadas

Um dos causadores dessas falhas nas informações pode ser a frequência com que pessoas não capacitadas resolvem instalar rastreadores.

Apesar de não ser uma instalação complexa, ela exige conhecimento da parte elétrica do veículo, assim como domínio do equipamento de rastreio.

Quando a instalação é feita por curiosos da internet, podem ser alterados componentes importantes que comprometem o desempenho do veículo e também do rastreador. A peça tem ligação direta com o circuito elétrico do veículo.

Mas, quando o equipamento é instalado corretamente por profissionais qualificados, o rastreador não interfere no desempenho ou na potência do veículo e tampouco causa problemas elétricos.

Outra dúvida frequente é sobre a possibilidade de perda de garantia, no caso de carros ou motos novos, com a instalação do rastreador.

Hoje já existem equipamentos de rastreio pouco invasivos e muitos fabricantes de veículos já modificaram as garantias previstas inserindo esse item entre as permissões, justamente devido à importância desse sistema de segurança veicular.

Mas, em todo caso, é importante consultar as regras de garantia do fabricante de veículos zero quilômetro, para evitar problemas posteriores.

Agora você já sabe que a instalação do rastreador não danifica o seu veículo e pode protegê-lo com tranquilidade.

 

 

 


mm

Sobre o autor(a)

Redação Satcom